Meditações › 21/09/2017

“Quando eu estiver contigo no fim do dia, poderás ver as minhas cicatrizes, e então saberás que eu me feri e também me curei” (Rabindranath Tagore).

A cura para os nossos problemas sempre está em nós, fixada na nossa pele, grudada na nossa alma, mas muitas vezes não conseguimos ver. Encontre então algo que lhe acalme a tal ponto que seja possível ver mais de ti nos pequenos detalhes de suas ações…

Temos a capacidade de nos ferir e de nos curar. Já ensinava Hipócrates (460-370 a.C) que a cura de nossas enfermidades está em nós mesmos. O que buscamos fora são os caminhos, as indicações e até os medicamentos; porém, o poder de curar depende do poder de nossa alma e do nosso SER. O divino age em nós, através do Espirito Santo e, como tal, transforma, modifica, liberta e cura!

Abraços terapêuticos,

Frei Paulo Sérgio, ofm