Meditações › 07/08/2017

“Quando você tem sua mente umedecida com amor, você pode começar a meditar sobre a compaixão” (Dalai Lama).

A verdadeira compaixão não consiste em sofrer pelo outro, mas em sofrer com-o-outro. Significa entrar na pele daquela pessoa que sofre para com-partilhar com ela, ser-um-com-ela naquele momento. Se ajudamos uma pessoa que sofre e nos deixamos invadir por seu sofrimento, é que somos ineficazes e estamos tão somente reforçando nosso ego…

Quanto mais nos importamos com a felicidade de nossos semelhantes, maior o nosso próprio bem-estar. Ao cultivarmos um sentimento profundo e carinhoso pelos outros, passamos automaticamente para um estado de serenidade. É o prazer de sentir amor e alegria com o crescimento e a evolução das pessoas… A felicidade verdadeira é sempre compartilhada e nunca um estado de egoísmo e solidão…

Tenha uma abençoada e produtiva semana!

Frei Paulo Sérgio, ofm